Dicas Rússia

Em abril de 2018 visitamos St Petersburgo e Moscou. Reservamos 3 dias inteiros para a primeira cidade e 4 inteiros para a segunda, o que acredito ser o tempo mínimo para conhecer os principais pontos turísticos.

Achei bem tranquilo o passeio, mas alguns pontos devem ser estudados para facilitar sua vida por lá.

Idioma

Na Russia, assim como no Brasil, as pessoas não falam inglês nas ruas. Em Moscou é pior ainda, não falavam nem no embarque do aeroporto internacional. Então é importante que a viagem seja planejada para depender pouco de informações no local. Li em vários blogs de viagem que aprender o alfabeto russo era muito importante. Achei um exagero e realmente isso não me fez falta alguma. Baixei um aplicativo em meu celular que chama tradutor e com ele me virava nos restaurantes ou nas informações que continham pequenos textos. Baixei também um mapa do metrô local na língua deles e o google maps e internet, que são itens absolutamente necessário em qualquer viagem. Desta forma, você não vai precisar da ajuda dos locais.

Planeje seu roteiro e quando possível já compre seus ingressos para não pegar filas e evitar problemas com o idioma. Se precisar de informações, procure pedir nos hotéis que normalmente tem alguém que fale inglês.

Dinheiro

Acho importante levar um pouco de dinheiro em espécie para não chegar zerado, mas tem casa de câmbio, tanto no aeroporto quanto na cidade, com taxas melhores que aqui no Brasil. Tenha sempre dinheiro para pagar os ingressos nas bilheterias das atrações. Mas de resto,  utilize seu cartão de crédito que é bem aceito por lá!

Preços

Naquilo que normalmente gastamos que é transporte, hotéis, passeios e refeições, achei equivalente ao Brasil, talvez até um pouco mais barato. Quanto as compras, achei tudo caro, inclusive se comparado a região do euro!

Locomoção

Para chegar ao hotel vindo do aeroporto aconselho tratar um shuttle com o hotel ou pegar um táxi dos credenciados de dentro do aeroporto. Nos  chegamos por St Petersburgo já com um shuttle contratado e foi ótimo porque o hotel, embora ficasse super bem localizado, tinha uma fachada bem escondida. Já tinha lido relato de várias pessoas que tiveram dificuldade de encontrar seus hotéis por falta de sinalização dos mesmos. Pagamos 1290 rublos para duas pessoas, cerca de 80 reais, um conforto importante considerando malas e dificuldade do idioma.

Nas cidades o metrô funciona muito bem e é bem barato, assim como o uber que também é ótimo e barato. De resto é andar muito a pé que é a melhor maneira de se conhecer os lugares. Fuja do ônibus de turismo tipo hop on hop off. Um dia em Moscou estávamos cansados e pegamos este serviço. Dinheiro jogado fora, super demorado e ineficiente.

Hotéis

São um pouco mais baratos do que no Brasil. Procure ficar nas regiões turísticas para facilitar sua vida.

Comida

Muito boa e com muita variedade! Comi muito bem na Russia. Os preços de Moscou equivalem aos de São Paulo. Um restaurante mais fino/gourmet cobrava em torno de 5 a 6 mil rublos para o casal e os mais turísticos a metade ou menos. Em St Petersburgo era um pouquinho mais barato.

Segurança

Não vi nada que pudesse me deixar insegura. Andávamos a pé durante a noite sem problemas. É lógico que toda atenção é necessária com seus pertences. Dizem que por lá tem muitos batedores de carteira. Também segui as recomendações de não falar com policiais e não pegar taxi nas ruas e deu tudo certo!!!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s