Um dia em Bérgamo

A ideia de visitar Bérgamo começou por causa da Ryanair, a empresa irlandesa low cost que usa o aeroporto da cidade como base para seus voos que partem de Milão. Como iríamos para Porto saindo de lá, decidi antecipar a ida para podermos conhecer algo além do aeroporto.

Bérgamo é dividida entre a cidade alta, parte mais antiga, e a cidade baixa, parte mais nova. A divisão entre as duas é marcada pela muralha, que antigamente servia de proteção à cidade.

Chegamos pela estação de trem e fomos deixar as malas no hotel que era bem perto. Como só tínhamos meio dia na cidade decidi fazer tudo a pé para podermos conhecer melhor, mas depois me percorrer a ladeira SUPER íngrime que existe entre a cidade alta e baixa decidi que era melhor ter pego o funicular que faz esse trajeto e economiza pernas, rs.

De qualquer forma, caminhamos pelo percurso de aproximadamente 2km por ruelas bem floridas e rústicas até chegar à Porta de San Giacomo, portão da cidade construído em 1592 que marca a divisão entre as partes alta e baixa de Bérgamo.

Lá de cima a vista é linda!

img_6752

Chegando à Piazza Vecchia nos deparamos com a Catedral de Santa Maria Maggiore e a Duomo de Bergamo, igrejas vizinhas que por fora não fazem jus a beleza de dentro.

Na praça também está localizado o Palazzo della Ragione, construído no final do século XXII (entre 1183 e 1198), lugar usado como palácio da razão, ou seja, onde as decisões da cidade eram tomadas.

Do outro lado da praça está o Palácio Novo, que originalmente foi construído para ser a sede da cidade, e hoje é uma biblioteca e um museu.

De lá fomos caminhando pela Via Bartolomeo Colleoni, uma via estreitinha com restaurantes, lojinhas, super gostosa de passear.

Caminhamos pela rua até chegarmos na Piazza della Cittadella, uma praça que servia como forte, que no século XX foi tornada pública e aberta à visitações. Hoje é sede do Museu Cívico Arqueológico e do Museu de Ciências Naturais.

Voltamos pela mesma rua e jantamos em um restaurante super antigo chamado Da Mimmo, inaugurado em 1956, que tem como prato principal a pizza. Sem dúvidas foi a melhor pizza que comi na Itália, com ingredientes super frescos, molho de tomate maravilhoso, massa fina e bem torradinha. Vi no site que a pizza é feita da mesma maneira a 60 anos, sendo que a farinha é fermentada por 36 horas, os tomates são San Marzano DOP que é um selo de qualidade dos tomates produzidos nessa região, e a madeira do forno é sempre madeira de faia. Podemos garantir que o resultado de tudo isso é excelente!

Por fim,  pedimos uma espécie de petit gateau de chocolate e um sorvete de pistache, que estavam incríveis!

Bérgamo é linda, ideial para um bate e volta de Milão para quem tiver uns dias a mais na cidade.

Partindo de Milão a melhor maneira de chegar à cidade é de trem. Partindo da estação central de Milão e descendo na estação de Bérgamo. Em torno de 40 – 50 minutos se chega ao destino. Para quem vai ao aeroporto de Bérgamo é possível pegar um ônibus na estação de trem de Bérgamo, linha 1, e descer no aeroporto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s