Um dia em Dunedin

Dunedin é a principal cidade da região de Otago, localizada na ilha sul da Nova Zelândia e foi a nossa primeira parada do cruzeiro do Navio Solstice. Sua maior atração é a imponente estação de trem, uma construção em estilo flamengo, com o chão consturído em mosaico. O prédio é considerado o mais fotografado da Nova Zelândia e uma das estações de trem mais bonitas do mundo, foi inaugurado em 1906, quando Dunedin era o centro comercial do pais, mas com a redução do transporte ferroviário e a queda econômica da cidade a estação de trem perdeu a importância. Em 1994 foi comprada pela Câmara Municipal de Dunedin e atualmente disponibiliza duas linhas para passeio turístico com trens antigos. Uma para o interior, Taieri George Railway, que dura de 4 a 6 horas, custa entre 91 e 113 dólares neozelandês e percorre a região Otago Central. Passa pelo desfiladeiro de Taieri e várias paisagens só acessíveis se feitos de trem. A outra linha, The Seasider, dura 90 minutos a um custo de 50 dólares neozelandês e caminha pela península de Otago, de Dunedin até Oamaru, com cenário para o mar.  Eu fiz a segunda, mas o tempo não estava ajudando muito. A viagem é bonita, mas com sol deve ser bem melhor.

Um programa bem legal é o bar e restaurante da fábrica de cerveja Speight’s. O lugar é lindo, com diversos tipos de cervejas e o chopp é delicioso, além de ótimos lanches. Para quem gosta de cerveja o programa é imperdível. Também é possível fazer uma visita guiada na fábrica que é bem cotada, Brewery Tour. Nós não tivemos tempo, mas para quem quiser acesse o site para horários e preços .

Visitamos a praia Sta Clair Beach que é o local dos sufistas. O mar estava bem agitado e como o dia não estava ensolarado a vista não foi das mais especiais.

No centro da cidade, está a praça octagonal chamada de Octagon, bem famosa na região e em volta estão as lojas, restaurantes e bares. Bem próximo está a First Church of Otago, igreja presbiteriana com impressionante arquitetura do século XIX, sendo o edifício mais alto da cidade. A igreja é linda por fora e na parte interna  o que merece destaque são os vitrais.

Minha impressão de Dunedin foi de uma cidade que, apesar de ter pontos turísticos interessantes, a visita não é muito empolgante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s