Roteiro de 3 dias em Roma – Dia 2

No segundo dia de viagem acordei cedo para poder aproveitar o dia. O roteiro começa no ponto amarelo (hotel) e segue para os pontos azuis (Vaticano e arredores), no período da tarde o roteiro é composto pelos pontos roxos.

I

Saí do hotel e segui direção à Ponte Vittorio Emanuele II, que liga o centro histórico de Roma com o Vaticano e fui em direção ao Museu do Vaticano. 

3b414-img_1856255b1255d

Museu do Vaticano

Para a visita ao Museu do Vaticano recomendo que se comprem antecipadamente os bilhetes, pela internet, pois assim não é preciso esperar na fila de entrada. Os ingressos custam € 16,00 + € 4,00 de taxa do site.Para acessar o site oficial clique aqui
A entrada do museu do Vaticano não é realizada pela praça São Pedro, onde está localizada a Basílica de São Pedro, é preciso ir circundando a praça pela rua Via di Porta Angelica (conforme mapa acima). Chegando ao museu existem duas filas, uma para compra de bilhetes e uma para pessoas que compraram online, lembrando que a compra online requer a reserva de um horário, que deve ser cumprido.

dac62-canvas3

O ponto mais visitado do museu, e que não permite fotografias, é a Capela Sistina, uma capela situada no Palácio Apostólico, residência oficial do Papa na Cidade-Estado do Vaticano. O teto da capela sistina reúne afrescos de pintores famosos como Michelangelo, Rafael Sanzio, Bernini e Sandro Botticelli. O nome da capela é uma homenagem ao Papa Sisti IV que restaurou a antiga capela Magna entre 1477 e 1480 sendo que os afrescos, inspirados em cenas do Velho e Novo Testamento, foram concluídos em 1482.

Além da Capela Sistina, a Galeria dos Mapas é outro ponto imperdível do museu, a galeria apresenta 40 mapas pintados em afresco nas paredes, entre 1580 e 1585, representando as possessões da igreja católica no pontificado do Papa Gregório XIII. Além das paredes, o teto também é de tirar o fôlego, sendo, para mim, a melhor parte do museu. 

Basílica de São Pedro 

Localizada no Vaticano, a Basílica é o edifício religioso mais importante do catolicismo e um dos locais mais visitados do mundo. Apesar de não ser sede oficial do papado, sendo a Catedral de São João de Latrão (Roma), a Basílica abriga a maioria das cerimônias papais devido ao seu tamanho, com capacidade para até 60 mil pessoas, proximidade à residência do Papa e localização privilegiada no Vaticano. Sua construção começou em 1506 e terminou em 1626 e seu nome é uma homenagem a São Pedro, o primeiro Papa da história, cujo corpo está enterrado sob o altar da Basílica.

75101-canvas4

Dentro da Basílica está localizada a Pietà de Michelangelo, a imagem representa Jesus morto nos braços da Virgem Maria. Foi construida em 1499 e é uma das esculturas mais famosas do artista. Ao lado vemos o altar da Igreja e o Baldaquino, um altar criado acima do túmulo de São Pedro com quase 30 metros de altura feito todo em bronze dourado.

Informações: a entrada na Basílica é gratuita e a visita à cúpula é paga, sendo € 6,00 a subida a pé (551 degraus) e € 8,00 a subida de elevador (320 degraus finais devem ser feitos a pé). O guichê de compra está localizado em um corredor no lado direito da Basílica e para compra não são aceitos cartões de crédito ou débito e nenhum tipo de desconto como estudantes ou roma pass.O horário de funcionamento é:  01 de outubro a 31 de março: das 08:00 as 17:0 e 01 de abril a 30 de setembro: das 08:00 as 18:00.

Castelo de Sant’Angelo

Saindo da Basílica caminhei pela Via della Conciliazione até chegar ao Castelo de Sant’Angelo. Sua construção foi iniciada em 135 pelo imperador Adriano como um castelo particular, em 403 passou a ser usado como edifício militar. Durante a época medieval foi uma das fortalezas mais importantes pertencentes aos Papas e serviu também como prisão no século XIX. Atualmente o Castelo é um museu e do topo é possível se ter uma linda vista do rio Tibre, suas pontes, da Basílica de São Pedro e do centro de Roma. 

Resultado de imagem para castelo de sant angelo

Reza a lenda que durante uma grande epidemia de peste que assolou Roma o Papa Gregório I, para invocar a misericórdia divina, organizou uma procissão de três dias com toda a população da cidade. Na ocasião, o Papa Gregório I afirmou ter visto o Arcanjo São Miguel sobre o topo do castelo, segurando sua espada, indicando o fim da epidemia. Para celebrar essa aparição, desde 1753, uma estátua em bronze de um anjo coroa o edifício.

e78ee-canvas2

Saindo do Castelo peguei a Ponte de Sant’Angelo para atravessa o rio Tibre.

41ccf-canvas

Nesse momento comecei o roteiro sinalizado em roxo no mapa. Segui a pé desde a ponte até a Basílica de Santa Maria Minerva, que está localizada na Piazza della Minerva. A Basílica teve sua construção iniciada em 1280, sendo localizada em cima de um antigo templo dedicado à deusa Isis, e incorretamente identificada como a Deusa Minerva na época. Dentro da igreja podemos observar o Cristo della Minerva, de Michelangelo.

92f6a-canvas4

Resultado de imagem para Santa Maria sopra Minerva

O último ponto turístico do dia foi a Fontana di Trevi, que é a maior construção de fonte barroca da Itália. Fui duas vezes para ver a fonte durante o dia e iluminada durante e noite, caso não possuam tempo para uma visita dupla sugiro que visitem somente a noite, visto que a fonte fica muito bonita com a iluminação que ressalta a beleza das estátuas que à compõe.

Esse foi o meu roteiro do segundo dia! Espero que gostem. Bjss 💋

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s